CNU e FNU vão às ruas para impedir o golpe e defender a democracia

0

A Confederação Nacional dos Urbanitários e a Federação Nacional dos Urbanitários se colocam frontalmente contra a atitude golpista e chantagista do Deputado Federal e Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, de acolher o pedido de abertura de impeachment contra a Presidenta, Dilma Rousseff, por conta da declaração do Partido dos Trabalhadores em votar favoravelmente pela admissibilidade do processo de cassação contra ele no Conselho de Ética.

Ao contrário do Presidente da Câmara, Eduardo Cunha, acusado pelo Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, de manter contas não declaradas na Suíça e que é alvo de processo no Supremo Tribunal Federal pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, contra a Presidenta não há qualquer denúncia de prática de ato ilícito.

A população brasileira e os trabalhadores que foram às ruas contra o regime civil-militar, que lutou pela restauração da democracia e de mais direitos, não irão aceitar passivamente esta tentativa de golpe de Estado. A presidente Dilma foi eleita dentro das regras democráticas, seu mandato foi outorgado pelo Povo, com mais de 54 milhões de votos, e só terminará em 2018.

A Confederação Nacional dos Urbanitários e a Federação Nacional dos Urbanitários estão ao lado das lutas populares, em defesa de um país mais justo e pelo fortalecimento da democracia, e não aceitarão que setores reacionários, representado pelo presidente da Câmara, tentem desestabilizar nossa jovem democracia, com o objetivo de restaurarem os seus privilégios.

A Confederação Nacional dos Urbanitários e a Federação Nacional dos Urbanitários convocam seus filiados a irem às ruas em todo país, para lutar pela manutenção do Estado Democrático de Direito, contra o golpe e em defesa do mandato da Presidenta Dilma Rousseff. Com apoio da sociedade vamos exigir também mudanças na condução da política econômica, pela adoção de uma agenda que continue a garantir distribuição de renda e que fortaleça as empresas estatais dos setores de energia e saneamento.

– Não ao golpe e em defesa da Democracia!

Autor : FNU | Fonte : FNU

Deixe uma resposta