TRABALHADORES DA CAERD APROVAM PROPOSTA DA NOVA DIRETORIA E RETORNAM AO TRABALHO

0

A nova Diretoria da Companhia de Águas e Esgoto de Rondônia-CAERD, se reuniu com o Sindicato dos Urbanitários de Rondônia-SINDUR, no início da manhã de hoje (11) e apresentou  uma proposta contendo várias considerações, dentre elas a existência do movimento grevista em curso, em razão do inadimplemento de 04 meses de salários atrasados.

A CAERD se comprometeu em buscar formas para regularização das folhas em atraso por meio de aporte financeiro junto ao Estado de Rondônia, bem como empréstimo junto as instituições bancárias e enquanto busca outras formas, comprometeu-se em cumprir os termos acordados nos autos do processo de Dissídio Coletivo de Greve, termos estes, que não vinham sendo cumpridos, pela falta de responsabilidade de uma diretoria que não primava pelos seus próprios trabalhadores. A CIA comprometeu-se ainda a não interromper os pagamentos dos salários líquidos, que serão realizados diariamente, conforme acordo realizado em audiência no TRT.

Foi apresentado também a toda categoria um Plano de Contingência, que tem dentre várias ações, as seguintes metas: Desoneração da folha de pagamento; Programa de Demissão Voluntária; Programa de Demissão Incentivada, Transposição Estadual e muitas outras.

A proposta foi apresentada a toda categoria do Estado de Rondônia, em assembleia geral realizada hoje e por unanimidade foi aprovada pelo o FIM DA GREVE e o retorno imediato de todos os trabalhadores aos seus postos de trabalho, ainda nesta sexta-feira, visando resolver os problemas mais emergenciais como falta de água para população. Inclusive já há equipes dispostas a trabalhar no sábado pra solucionar os problemas mais emergenciais.

Um NOVO TEMPO se inicia na CAERD, com trabalhadores extremamente motivados, porém conscientes de que existe uma “herança maldita” deixada por uma diretoria irresponsável, que fez de tudo para inviabilizar e quebrar a empresa, colocando a opinião pública contra a CAERD, para viabilizar um projeto claro de privatizar a empresa.

Com a decisão do governador Daniel Pereira de nomear uma nova diretoria, sem interferência política, com todos os diretores sendo do quadro da CAERD, a empresa e os empregados ganham uma oportunidade de mostrar que a CAERD é viável e pode sim ser eficiente.

 

Deixe uma resposta