Presidente da CAERD desrespeita o Direito de Greve dos Trabalhadores e arranca as faixas do movimento grevista

0

A greve dos trabalhadores da CAERD entrou no segundo dia nesta quarta-feira (10) e continua por tempo indeterminado. Devido à intransigência da Diretoria em não querer negociar o ACT 2016-2018 e a reposição das perdas salariais de 9,83%, o Sindicato já ajuizou o Dissídio Coletivo no TRT e a primeira audiência ocorrerá no próximo dia 12/08, às 9h00, no plenário do Tribunal.

 

Apesar de o movimento grevista ser ordeiro e pacífico, a presidente da CAERD não respeita o direito de greve conquistado pelos trabalhadores e trabalhadoras de nosso País, GARANTIDO No Artigo 9° da CF – Constituição Federal e na Lei 7.783, de 28 de junho de 1989 e pessoalmente ela corta e arranca as faixas do movimento grevista.

 

Agora pasmen, na calada da noite de ontem (09), 05 homens encapuzados e armados, renderam os vigias que cuidavam do material da greve e levaram todas as faixas, cartazes, banners e painéis do movimento grevista.

 

E hoje(10), no segundo dia de greve, a presidente da CAERD, que parece ter voltado no tempo e age como se estivesse na ditadura, ainda não satisfeita, novamente ela pessoalmente cortou e arrancou todas as faixas e cartazes do movimento.

 

Essa truculência sem precedentes na história do movimento sindical em Rondônia não tem cabimento, o que os trabalhadores querem é apenas negociar com a Diretoria o ACT e o reajuste salarial que é direito, mas em vez desta diretoria dialogar, apostam em medidas de força para acabar com o movimento grevista.

 

Deixe uma resposta