No Senado, CUT debate Violência contra Mulher

0

Em Audiência Pública da Comissão de Direitos Humanos CDH, presidida pela Senadora Regina Souza PT/PI, realizada nesta terça-feira, foi debatido além do combate sem trégua à violência contra as mulheres, já que o Brasil é o quinto país na estatística mundial, em assassinato de mulheres, vítimas de violência doméstica.

O foco da Audiência foi a Reeducação do Agressor na Avaliação de Políticas Públicas de Combate à violência, com o viés da ressocializão e integração do Agressor à sociedade e família.

Ja existe programas e políticas em alguns estados como no Mato Grosso e Rio Grande do Norte que desenvolvem esta Reeducação do Agressor, porém, o debate como sempre, acabou em torno de medidas que visem o combate à violência.

A fala da Diretora Executiva da CUT, Virginia Berriel, que representou a Secretaria da Mulher Trabalhadora da Central, foi no sentido da educação, que o tema do combate à violência seja levado às escolas para ser debatido.

” Precisamos envolver os homens neste debate para que possamos trabalhar ações que visem igualdade de gênero e a divisão de tarefas domésticas, garantida na Convenção 156 que a CUT e as centrais defendem. A educação é muito importante, nossos filhos não podem continuar reproduzindo discursos e atitudes machistas”, finalizou Virginia.

Autor : CUT | Fonte : CUT

Deixe uma resposta