Categoria rejeita proposta da empresa para o ACT específico do Banco de Horas

0

Em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (8), os trabalhadores e trabalhadoras da Eletronorte rejeitaram contraproposta apresentada pela empresa para o ACT específico do Banco de Horas. Além disso, desautorizaram a entidade sindical a assinar acordo que trate do assunto.

Na contraproposta, todas as horas-extras trabalhadas fora do expediente poderão ser pagas ou inseridas no Banco, se for de comum acordo. As horas de viagem fora do expediente serão integralmente pagas no contracheque do mês seguinte. As horas trabalhadas dentro do horário de funcionamento da empresa além das 7h30 diárias, serão armazenadas no Banco se for de comum acordo, e majoradas em 30%.

Os trabalhadores entendem que a proposta significa retrocesso no benefício. Ressaltaram que o acordo do banco de horas deve ser negociado respeitando as especificidades de cada base. Na ocasião, foi informado que a proposta já foi aprovada na maioria das bases do Sindinorte.

FONTE: Urbanitários DF

Deixe uma resposta