Ato dia 27 contra a privatização das Distribuidoras do Sistema Eletrobras

0

O Sindicato dos Urbanitários de Rondônia em conjunto com o movimento social farão um ato, amanhã, dia 27, contra o desastroso processo de privatização das Distribuidoras de Energia do Sistema Eletrobras, agenda proposta pelos agentes neoliberais infiltrados no governo. Esses eventos também ocorrerão nos Estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Goiás, Piauí, Roraima, Brasília e no Rio de Janeiro, sede da Eletrobras.

A concentração dos trabalhadores em Porto Velho será na avenida sete de setembro, em frente à área comercial da Eletrobras Distribuição Rondônia, a partir das 8h.

Paralelo ao ato, nesta quarta-feira, também acontecerá outra reunião na Casa Civil, com os ministros Jaques Vagner (Ministro-Chefe da Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Ministro-Chefe da Secretaria de Governo), com as entidades sindicais e os movimentos sociais, em continuidade ao diálogo iniciado no último dia 19, a fim de encontrar uma alternativa para melhorar a gestão dessas empresas, desse setor tão importante e estratégico para o desenvolvimento do país. A proposta das entidades sindicais e dos movimentos sociais é clara, é a exclusão da pauta da política econômica de qualquer ameaça de privatização das Distribuidoras e renovação das concessões.

Não poderemos admitir que um governo democrático e popular, eleito com maciço apoio da classe trabalhadora, se deixe levar pelas circunstâncias impostas nesse momento de crise e adote uma agenda conservadora de privatização do patrimônio público.

Jamais aceitaremos que o Governo Dilma, na tentativa de agradar ao “mercado” e aos capitalistas tente impor aos trabalhadores e à sociedade brasileira uma agenda de desmonte do setor elétrico nacional, tão importante para o desenvolvimento da nação.

“Temos alternativas para essa questão, de forma a manter a viabilidade econômica dessas empresas, sem privatizá-las”, afirmou Nailor Gato, Presidente do Sindur.

 

Autor : Imprensa Sindur – por Jane Carvalho | Fonte : Imprensa Sindur – por Jane Carvalho

Deixe uma resposta